sexta-feira, 28 de agosto de 2020

CONTROVERSO

 Um conjunto de obras e artistas para se prestar atenção:



Evento online
Controverso conta com um conjunto de trabalhos recentes de alguns finalistas de Pintura da FBAUL, de 2020. São apresentados trabalhos produzidos, na sua maioria, nos últimos meses que vão pela primeira vez sair das suas casas e ser mostrados a público. Estes correspondem a um conjunto heterogéneo e diversificado, abrangendo projetos de pintura, ilustração, escultura, instalação, fotografia, vídeo e performance.
Inaugura dia 1 de Setembro, através de um link a ser partilhado e que ficará disponível até dia 14 do mesmo mês.
Ana Ferreira / Ana Flor / Ana Teixeira / Ânia Pais / Barbara Faden / Barbara Jasmins / Carolina Prata / Clara Correia / Duarte Burnay / Edna Serrão / Francisco Gonçalves/ Francisco Painço Santos / Inês Brito / Joana Oliveira / José Leite/ Leonor Sousa / Liliana Ferreira / Madalena Hipólito / Margarida Pinheiro/ Oksana Zahryva / Rita Andrade / Rita Leitão / Rita Pequeno / Salomé Lopes / Sandra Jorge / Sofia Fernandes / Vera Moreira / Vera Soares
Para mais informações, sigam-nos no Instagram:

sábado, 15 de agosto de 2020

Prémio de pintura “Alunos da FBAUL na Ermida”

Projeto Travessa da Ermida mostra vencedores da primeira edição do prémio de pintura “Alunos da FBAUL na Ermida”



A exposição estará patente de 27 de Agosto a 5 de Setembro em Belém

 

Bárbara Faden, João Motta Guedes e Madalena Hipólito são os três finalistas da primeira edição do prémio de pintura “Alunos da FBAUL na Ermida”, resultante do protocolo estabelecido entre o Projecto Travessa da Ermida e a Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa (FBAUL) no primeiro semestre deste ano. Os artistas vão integrar a exposição do Prémio que inaugura no próximo dia 27 de agosto no Projecto Travessa da Ermida, em Belém.

 

Selecionados por Ilídio Salteiro, da FBAUL, e por Ricardo Escarduça, do Projecto Travessa da Ermida, os finalistas – escolhidos entre mais de 20 candidatos – vão apresentar obras inéditas de pintura que abordam várias dimensões desta técnica artística, nomeadamente a paisagem, a figuração humana e a poesia. 

 

A artista Bárbara Faden irá expor um núcleo de três pinturas numa espécie de ensaio de paisagens, onde o posicionamento do espetador é evidenciado face a um palimpsesto que se perpetua no tempo e no espaço, recorrendo a uma paleta cromática de tons quentes. Já Madalena Hipólito investiga a questão do “modelo”, enquanto arquétipo e paradigma em rutura e em reconstrução permanente, apresentando uma instalação composta por quatro dos elementos que caracterizam o espaço laboratorial do atelier do artista –o plinto, o ecrã, o projetor e o estirador – repensando a relação entre ser artista e fazer arte. O artista João Motta Guedes mostrará um rolo desenrolado onde vemos texturas, cores diluídas, grafismos e caracteres que denunciam a existência de uma mensagem inaudita, como se de um objeto arqueológico de um outro tempo de um outro lugar com um conteúdo subjacente, mas não evidente, se tratasse.

 

O Prémio de pintura “Alunos da FBAUL na Ermida” visa o encorajamento e promoção do desenvolvimento profissional dos estudantes da Faculdade de Belas Artes de Lisboa cujo percurso se encontra em fase de formação académica na área da criação artística, facultando uma experiência em contexto profissional, e fomentando a apresentação, divulgação e valorização do seu trabalho de produção artística.

O prémio é anual e está aberto a todos os alunos do 1º e 2º ciclos dos cursos ministrados na FBAUL. Além da exposição o Prémio inclui ainda a edição de uma publicação e um valor pecuniário fixo exclusivamente convertível em materiais para produção artística.

A premiação destes artistas e a oportunidade que o Projecto Travessa da Ermida oferece de apresentar publicamente a obra dos artistas selecionados pretende contribuir para a descoberta de novos talentos e para alavancar carreiras no contexto da pintura contemporânea em Portugal e fora de portas.

 

Sobre a FACULDADE DE BELAS ARTES DA UNIVERSIDADE DE LISBOA

A Faculdade de Belas Artes de Lisboa é uma instituição de ensino, investigação, e disseminação de práticas e conhecimentos artísticos, científicos e tecnológicos, a qual, dispondo da liberdade de definição e execução de programas de investigação, ensino, formação e desenvolvimento, apostando num ensino que cruza o carácter de desenvolvimento prático de projectos com uma intensa formação teórica nas áreas da história de arte e do design, da estética e dos estudos culturais, ministra formação de nível superior, ao nível da graduação e da pós graduação, organizando cursos conferentes dos graus de licenciado, mestre e doutor em áreas diversas de ensino e, especificamente no âmbito deste protocolo, na de Pintura, incluindo a colaboração e parceria consorciada com outras instituições públicas ou privadas na implementação de atividades que concretizem tais atribuições.

 

Sobre o PROJECTO TRAVESSA DA ERMIDA

O Projecto Travessa da Ermida é um projecto de referência de natureza experimental orientado sem fim lucativo pela valorização do património histórico e pela dinamização do tecido artístico e cultural contemporâneos. Desde 2008 com âncora geográfica no seu espaço próprio em Lisboa porém também estendido ao território nacional, o histórico da sua actividade compreende um conjunto variado de iniciativas de criação e programação artística e de fomentação e disseminação do pensamento de dimensão ensaística, Com curadoria própria e/ou envolvimento em parcerias com outras estruturas de criação e programação artística, e a disseminação daquelas junto do público especializado e não-especializado, contando para o efeito com a presença dos mais proeminentes artistas e autores nacionais e, em igualdade de oportunidade, os artistas cujo percurso se encontre em fases evolutivas ou embrionárias do seu processo de consolidação. 


Travessa do Marta Pinto, 21, 1300-390 Lisboa

tel: 21 363 77 00   |   tlm: 918 452 898

www.travessadaermida.com | www.facebook.com/travessa.daermida | www.instagram.com/travessadaermida


sexta-feira, 19 de junho de 2020

Fátima Cândido — da Caverna



FBAUL- GAB-A 2020

Ângela Fonseca — A pele que conforta II



FBAUL - GAB-A 2020

Dilar Pereira — Water Colour



FBAUL - GAB-A, 2020

Dilar Pereira — Made of light — Play



FBAUL -GAB-A 2020

Catarina Dantas — O Jogo



FABUL- GAB-A 2020


Margarida Caetano Dias — Fim de Tarde



FBAUL-GAB-A 2020

Ângela Fonseca — A pele que conforta





FBAUL- GAB-A

quarta-feira, 15 de abril de 2020

Participar com um video

Como deve ser este vídeo?

1. Um meio para dizer e/ou mostrar as obras feitas pelo seu autor. Pode ser realizado por um simples telemóvel.

2. Uma partilha pública de um modo de fazer, de um processo, de um pensamento sobre uma obra, um projeto ou arte.

3. Terá 2 minutos a 5 minutos no máximo.

4. Inserir no primeiro frame o nome do artista (aluno / estudante / investigador, conforme o caso) seguido do título e data (só serão publicados os vídeos que respeitem esta estrutura; não deve constar o número de aluno, nem o curso, nem o ano curricular).

5. O formato do vídeo é MP4, ou similar compatível com o Youtube.

6. Enviar para gaba.fbaul@edu.ulisboa.pt a partir de 15 de abril até 15 de junho de 2020 (com auxilio do wetransfer, se necessário), escrevendo no email os seguintes elementos: nome, nº de aluno, curso e ano que frequenta nesta data

7. Cada artista pode entregar mais do que um vídeo.

8. O envio para este endereço corresponderá à autorização de publicação nos espaços Internet e ao uso que a FBAUL decidir.

PARTICIPEM!

Mais informação

terça-feira, 14 de abril de 2020

Mas a 14ª edição GAB-A vai realizar-se mesmo!



As GAB-A, Galerias Abertas das Belas-Artes não se realizam em 2020 por causa das causas que todos conhecem e vivem: COVID 19.
No entanto esta infeliz ocorrência não nos pode impedir de procurarmos outros meios para atingirmos os mesmos fins: feira e fórum de arte, ou seja, troca e debate de bens, ideias e pensamentos.
Devemos procurar soluções uma vez que o trabalho, estudo e investigação sobre arte nunca acabará.
Assim, nesta sua 14ª edição, decidimos dar um outro formato às GAB-A:
GABA / online

O desejo dos artistas é o encontro com a arte.
Os artistas são representantes de todos.
No campo das artes plásticas, artes visuais, belas-artes, arte e design, arte e ciência ou artes, os artistas são constantemente confrontados com verbos primordiais: ser, saber e fazer (o quê? como? porquê? quando? quanto? quem?). Verbos que implicam muitas perguntas abertas e outras tantas respostas, misturando Arte com Vida num perpétuo movimento.
Estamos a contactar com tempos de mudança de inumeráveis paradigmas: os modos de vida que estavam perfeitamente enraizados, e eram dados como adquiridos no íntimo de cada um de nós, voltarão ao seu modelo? E se voltarem, não serão vistos como os modos de vida antigos? Como irão ser os tempos posteriores a esta crise? E que repercussões terão em nós a ausência de contacto social?
Esta pandemia demonstrará que a Natureza, a Vida e a Arte estão intimamente ligadas com muitas fragilidades, algumas imagináveis outras inimagináveis. Perante elas podemos questionar como será vista a arte anterior a esta pandemia? Como arte antiga? E como será a arte posterior a esta pandemia? Como arte contemporânea?
Iremos adotar as mesmas atitudes e possuir os mesmos valores de referência?
Uma vez confrontados com uma situação que tem mobilizado serviços de saúde, de segurança e de fornecimento de bens básicos, só nos resta confiar no futuro e projetarmos propostas e soluções que propiciem o crescimento de todos. Que propiciem bem-estar! Porque esta é a nobre essencialidade da arte.
E o individualismo do artista, tão característico nos seus modos, nunca é um ato egocêntrico, mas sim uma dádiva nascida do seu íntimo, que este, solidariamente, partilha com a comunidade.
Partindo do princípio de que a obra que está a ser feita aqui e agora será a obra do amanhã, apela-se a toda a comunidade discente para uma participação nas GAB-A que, nesta sua 14ª edição, irá ter um formato digital disponibilizado na Internet.
No tempo presente, tudo que se pensa e sabe, tudo o que se faz e como se faz, interessa a todos porque serão os paradigmas de uma identidade coletiva.
O que pensas sobre aquilo que produzes?
O que sabes?
Como fazes?
Neste rodopiar e fervilhar de pensamento, que forma poderá possuir uma obra (Arte)?
O que cada artista decide realizar e partilhar ficará feito! E será sempre um contributo para o enriquecimento de todos!
Deste modo convidamos os nossos alunos, de qualquer um dos três ciclos de estudos, a realizarem um pequeno vídeo para ser publicado no canal gaba.fbaul do Youtube, que permita vermos algo genuinamente pessoal.

Como deve ser este vídeo?

1. Um meio para dizer e/ou mostrar as obras feitas pelo seu autor. Pode ser realizado por um simples telemóvel.

2. Uma partilha pública de um modo de fazer, de um processo, de um pensamento sobre uma obra, um projeto ou arte.

3. Terá 2 minutos a 5 minutos no máximo.

4. Inserir no primeiro frame o nome do artista (aluno / estudante / investigador, conforme o caso) seguido do título e data (só serão publicados os vídeos que respeitem esta estrutura; não deve constar o número de aluno, nem o curso, nem o ano curricular).

5. O formato do vídeo é MP4, ou similar compatível com o Youtube.

6. Enviar para gaba.fbaul@edu.ulisboa.pt a partir de 15 de abril até 15 de junho de 2020 (com auxilio do wetransfer, se necessário), escrevendo no email os seguintes elementos: nome, nº de aluno, curso e ano que frequenta nesta data

7. Cada artista pode entregar mais do que um vídeo.

8. O envio para este endereço corresponderá à autorização de publicação nos espaços Internet e ao uso que a FBAUL decidir.

PARTICIPEM!

sexta-feira, 3 de abril de 2020

14 edição GAB-A

Lamentamos muito, mas a 14ª edição GAB-A foi cancelada pelos motivos que todos conheceis!
No entanto inventar-se-á outro formato que em breve será divulgado.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

14ª edição GAB-A

A próxima edição GAB-A realiza-se nos dias 9 e 10 de maio, durante a tarde.
Contaremos coma a participação de todos: artistas e visitantes.

terça-feira, 2 de julho de 2019

Artistas Prémio CAT 2018-2019 - Casa das Artes de Tavira

Ana Sofia Sá; Beatriz Mónica; Carlos Cavaleiro; Carolina Lino; Hugo Cubo; Juliana Julieta; Leonor Sousa Fernandes; Margarida Andrade; Maria Francisca de Abreu Afonso; Natacha Queirós; Tiago Santos; Vera Kace;




Beatriz Mónica





Carlos Cavaleiro




Carolina Lino




Hugo Cubo




Julieta Juliana




Leonor Fernandes




Margarida Andrade





Maria Francisca Afonso





Natacha Queiroz




Tiago Santos






Vera Kace

segunda-feira, 1 de julho de 2019

Prémio CAT 2018-2019



Esta exposição, “Prémios GAB-A 2018-2019”, resulta de uma seleção de artistas, da 12ª Edição das GAB-A (Galerias Abertas das Belas-Artes), na FBAUL (Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa) nos dias 18 e 19 do mês de Maio no ano de 2018. Esta seleção foi feita por um painel de júris, composto pelos artistas David Evans, Emília Nadal e Margarida Palma.  GAB-A é um evento anual e tem como objetivo de permitir ao público a possibilidade de assistir, em primeira mão, a alguma produção artística facultada pelas áreas de Arte e Multimédia, Ciências da Arte e do Património, Desenho, Design Comunicação, Design Equipamento, Escultura e Pintura, realizada pelos estudantes nos espaços da FBAUL.
A exposição reúne obras dos artistas premiados nomeadamente: Ana Sofia Sá; Beatriz Mónica; Carlos Cavaleiro; Carolina Lino; Hugo Cubo; Juliana Julieta; Leonor Sousa Fernandes; Margarida Andrade; Maria Francisca de Abreu Afonso; Natacha Queirós; Tiago Santos; Vera Kace; assim como, também obras dos elementos do júri que foram convidados a participar.
A partilha do mesmo espaço expositivo entre os artistas premiados e o painel de jurados tem a sua essência nessa sinergia envolvente, que de certo modo constitui um aspeto de novidade, enriquecedor desta exposição. Uma espécie de partilha, entre quem faz e quem vê, promotora de encontros estéticos inesperados.

quinta-feira, 20 de junho de 2019

Prémio Luzlinar


Na 13ª edição GAB-A a associação Luzlinar elegeu para Residências Artísticas de Curta Duração no Jardim das Pedras (Feital) e Comuna (Fundão ) os seguintes artistas: 

Mariana Carvalho 
Margarida Rodrigues
Rita Silva 
Joana Coelho
Pablo Quiroga
José Sottomayor 
Augusto Menegin 







Prémio ZET GALLERY

Artistas seleccionados na 13ª edição GAB-A, para exposição em Braga na Zet Gallery com curadoria de Helena Mendes Pereira:

Alberto Rodrigues Marques
Ana Lúcia Ventura
Ana Sofia Sá
Carlos Filipe Cavaleiro e Pablo Quiroga
Francisco Lourenço
Hugo Castilho
James Parker
Joana Lapin
Joana Paiva Sequeira
Lígia Fernandes
Lorenzo Bordonaro
Segismundo e André Costa



domingo, 19 de maio de 2019

Evocação - arte contemporânea




Na sequência do projeto expositivo Evocação - Arte Contemporânea, a decorrer nas Salas da Grande Guerra do Museu Militar de Lisboa desde 9 de março de 2016, vai inaugurar a décima intervenção intitulada Alfarrobeira de J. Rosa G. no dia 23 de maio de 2019, quinta-feira, às 18h30,
Uma trágica batalha que há 570 anos mudou o mundo em confronto com uma guerra que há 100 anos envolveu o mundo.


Alfarrobeira de J. Rosa G.

Nas salas da Grande Guerra do Museu Militar de Lisboa, decorre a décima intervenção integrada no projeto Evocação arte contemporânea (2016-2019), intitulada Alfarrobeira. Com esta intervenção, de J. Rosa G., as salas da Grande Guerra deste museu são confrontadas com uma homenagem ao Infante D. Pedro (1392-1949), um príncipe perdido no campo de uma batalha nas margens da ribeira de Alfarrobeira, próximo de Alverca, no dia 20 de maio de 1449.
Sendo um príncipe culto e amado por todos, profundo conhecedor do seu tempo, a sua morte alterou o rumo da história porque sem esta batalha e com D. Pedro, tudo teria sido diferente.
E a Grande Guerra que se evoca aqui, sendo uma guerra mundialmente assumida por todos, com muitos soldados desconhecidos de ambas as partes, é igualmente uma ocorrência que alterou o rumo da história. Sem ela tudo seria diferente.
Esta relação entre estes dois momentos, pode ser descoberta na sensibilidade própria do investigador-artista que relaciona o irrelacionável, que diz o indizível, que questiona incessantemente as origens das coisas e dos factos, sempre com uma atitude construtiva de perspetivar outros futuros.
Verificamos que as coincidências entre estes dois factos são o tempo e os lugares percorridos por todos aqueles que buscam soluções para o mundo, tanto de forma consciente como de forma natural. Lugares como Arras, Bruges, Gante, Bruxelas, Lovaina, Nuremberga são por onde passaram o infante D. Pedro em 1425-26, seguramente o primeiro português a viajar pela Europa, numa longa viagem que o leva a conhecer cinco países ao longo de dois anos, num périplo que enquadra a sua grandeza intelectual, cultural e humanista.
São também estes lugares, onde, entre 1916 e 1918, milhares de soldados deram as sua vidas por causa das raízes de uns e de outros. Soldados desconhecidos, não por não se saber a sua identificação, mas porque não lhes foi dado o tempo necessário para nos disserem o que eram e qual seria a sua missão no mundo. Soldados desconhecidos evocados neste evento sob o pretexto do infante D. Pedro, um príncipe português do século XV, humanista, a quem não foi dado o tempo e o espaço para exercer o seu saber. Se o fosse tudo seria diferente.
O que J. Rosa G. nos propõe é o questionamento do destino perante a vida e a morte, perante a “pedra-príncipe” e o “pranto”, perante a sensibilidade estética própria de um artista ao escrever um livro-obra como lugar de registos do pensamento vivo e universal, em sintonia com o seu tempo. Uma evocação dos desconhecidos de uma guerra grande e mundial e de uma batalha nas margens de uma ribeira salientada pela relevância da sensibilidade histórica e estética de J. Rosa G. Temos deste modo três tempos, 1449, 1918 e 2019 em sintonia, por intermédio da estética de uma obra que inevitavelmente nos supera a todos.
Uma obra que resulta de investigação histórica, de pensamento estético, de intuição envolvida na procura da essência da arte. Um livro sobre Pedro e Pranto, sobre a força do ser e a emoção, sobre a questão da falta e da ausência, sobre o destino. Pedro e Pranto é um pensamento sobre como o mundo poderia ser diferente se uma batalha, se uma guerra não tivessem existido, se não houvesse necessidade de prantos, se os homens se tivessem entendido pela palavra ou pela arte, e não se servissem apenas destas como instrumentos de poder.
Ilídio Salteiro, 2019


J. Rosa G.
Nasceu em 1961 em Vale de Açor, concelho de Ponte de Sor.
Desde 1995 efetuou mais de 120 livros de autor, únicos ou de tiragem reduzida e realizou as seguintes mostras:
Exposições Individuais:
2004 - “dos livros que não se lêem”, Biblioteca Nacional, Lisboa,
2007 - “O Livro de Pan II e Outros Livros”, Museu da Água em Lisboa. 
2013-15. “Milagre – Elogio aos Painéis de Nuno Gonçalves”, Capela do Fundador do Mosteiro do Mosteiro da Santa Maria da Vitória, Batalha.
Exposições colectivas:
1999 - Artistas Com Timor, Armazém 7, Lisboa.
2006 - Caligrafias, Casa Fernando Pessoa, Lisboa.
2012 - Arquivo Secreto, Arquivo Fotográfico de Lisboa, com o livro inédito: 744-252.
Off The S{h}elf: The Self and Subjectivity in the Artist’s Book, Londres, 2012, com o livro: A Look Against Narcissus.
2012 - 3ª Feira do Livro de Fotografia, Fábrica do Braço de Prata, Lisboa.

sexta-feira, 17 de maio de 2019

13 edição GAB-A

FBAUL, Maio de 2019. Fotografia de Manuel Botelho

Convite GAB-A

Jorge dos Reis, Convite GAB-A, 2019

São as G.A.B-A / as Galerias Abertas das Belas-Artes / amanhã na FBAUL com o início às 14h. / Arte Multimédia, Ciências da Arte e do Património, Desenho, Design de Comunicação, Design de Equipamento, Escultura e Pintura / a exposição decorre durante o fim-de-semana de 18 e 19 de Maio de 2019 na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa.
Lançamento da publicação: GALERIAS ABERTAS DAS BELAS-ARTES: UM PROJETO.

quarta-feira, 15 de maio de 2019

Artistas participantes na 13ª edição GAB-A


Fotografia M.B. 2019

Adriana João; a Matos; Afonso Pereira de Matos; Alfarocky; Alu; Ana Barroso; Ana Castro; Ana Dantas; Ana F; Ana Gadé; Ana Lúcia Ventura; Ana Margarida Matos; Ana Moraes; Ana Rodrigues; Ana Romãozinho; Ana Sofia Sá; Ana Sofia Serra; Ana Teixeira; Anabela Maravilhas; anardias; André Rico; Andreia Jesus; Ânia Pais; Antonio Bezerra; António Sequeira Lopes; artemis hostalacio; As Foretold; Avelino; Bárbara Jasmins; Beatriz Isca; Beatriz loreti; Beatriz Machado; Beatriz Mónica; Beatriz Neto; Bruna; Bruno Lima Oliveira; Cannas Marques; Carina Leal; Carlos Filipe Cavaleiro; Carol; Carolina Branco; Carolina Pequito; Carolina Prata; Carolina Sousa; Catarina Cesário de Jesus; Catarina Teixeira; Christiano Mere; Cíntia Freitas; clara cosentino; Claruil; Cláudia Abreu; Cláudia Cerqueira; Coelho Gibão; comoOarroz; Conceiçao Abreu; Contreiras; Cristiana Sequeira Santos; Daniel Alexandre; Daniel Arthur; Daniel Stingray; danielacmoco; David Rubio Meau; Diana Pereira; Diana Shmarkova; Diogo Miguel Martins Nunes; Diogo Penedo; Dora Meirelles; Duarte Burnay; Edna Serrão; Eduardo Gamboa; el BC; Emre Ozcaylan; Eva Magalhães; Eva Rocha Pareira; Fábio Veras; FCândido; Fernando Anghinoni; Fernando Pina; Filipa Pedroso; Francisca; Francisca Gil; Francisca Jardim; Francisca Lafuente; Francisco Lourenço; Francisco Menezes; Francisco Ortigão; Francisco Santos; Francisco Timóteo; Gabriela Bairros; Gabriela Cavalli; Gizela N; Gonçalo Graça; Gonçalo Silva; Graça Antunes; Guilherme Peres; HAC; Helena Aguiar; Hugo Castilho; Hugo Januário; Hypnopompic State; iBatisha; IGE; illiterart; Inês de Sequeira Nunes; Inês Gomes; Inês Machado Pinta; Inês Raposo; Inês Rebeca; Inês Reis; Ines Simoes Soares; Isa Gonçal; Isabel Medeiros; Isabel Real; Jessica Guerreiro; Joana Aparício Tejo; Joana Braz; Joana Brázio; Joana Duarte; Joana Jesus; Joana Lapin; Joana Paiva Sequeira; Joana Pires; Joana Resende; Joana Santos; Joana Sousa; João Bernardo; João Correia; João Vieira; José Leite; José Rafael Cordeiro; José Sotomayor; Julia Blosteinos; JULIAN SANCHEZ; Kellen P.; Laser lemon; Laura Reis; Laura Rocha; Lavra Garay; Lena Wan; Leonardo Sousa; Leonor Alberto; Leonor Magalhães; Leonor Sequeira; Lesma; Lígia Fernandes; Liliana Ferreira; Lola Ramos; Lorena Elis; Lorenzo Bordonaro; Luís Fernandes; Lulu; Lykaia; m. Tristão; MAC; Madalena Hipólito; Madalena Silva Carlos; Mafalda Correia; Maïténa Etchebarne; manel; Manel Neves e Sousa; Manu Romeiro; Margarida Cruz; Margarida Dias; Margarida Pinheiro; Margarida Rodrigues; Margarida Vinhais; Maria Barreto Madeira; Maria Carolina Silva; Maria Correia; Maria do Rosário Costa Pinto; Maria Francisca de Abreu-Afonso; Maria Inês Alves; Maria Luísa Capela; Maria Madalena; Maria Miguel Café; Maria Monteiro; Maria Rebela; Mariana Carvalho; Mariana Cordeiro; Mariana Espadaneira; Mariana Gomes; Mariana Martins de Oliveira; Mariana Nascimento; Mariana Rocha; Martim Dinis; Martina Cemin; Maura Laus; Mauri; Micaela; Miguel; Miguel Angelo Amaral; Mikha-ez; Miriam Coralejo; Mona CONVERT; MRDA; Nádia Alexandre; Nani Campos; Não joana; Natacha V Queirós; Nesquik; Noel Martins; Nuno Filipe; Oliveira Martins; Oseias de Souza; pablo; Patrícia Carvalho; Patrícia Rúbio; Patrícia Toscano; Pedro Augusto Tinôco; Pedro Aurindo; Pedro Versteeg; PEDROSA; Petra Naydenov; Potira Maia; Rae; Rafael Fraguas; Ramos; Raquel Almeida; Raquel Amaral; Raquel Martins; Ricardo Lobato Barreiros; Ricardo Moreira; Rita Andrade; Rita Barata; Rita Canudo; Rita Dias da Silva; Rita Esteves; Rita Russo; Romano Saraiva; Rúben Lança; Rute Luís; SailorHope; Salomé Lopes; Sanda Assunção; Sara Antunes; Sara Barros; Sara Borges; Sara Fazendeiro; Sara Joaquim; "Sara Vicente; Ana Cavaleiro; Segismundo; Sérgio Matos; sibila; Simão Martinez; Sofia Mourão; Sofia Nabais; sofia santa-rita; Sofia Simões; Soraia Cortez; Susana Câmara; Susana Carvalho; Tânia Tomás; Tatiana Braga; Tatiana Silva; Tecto - Muralha Urbana; Teresa Vale; Tiago Costa; Tiago Fernandes; Tiago Santos; Tom Solty; UMindrico; Vera Berimbau; Vera de Serpa Soares; vera kace; Victor Pires; Virgínia Branco; Vitor Horta Pinheiro; Vlado;

quinta-feira, 9 de maio de 2019

quarta-feira, 6 de março de 2019

Comunicado sobre a 13ª edição GAB-A




 Fotografias de Beatriz Coelho na 12ª Edição GAB-A


Nos dias18 e 19 de maio de 2019 a Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa vai acolher a 13ª edição das GAB-A / Galerias Abertas das Belas-Artes.
As GAB-A é um evento com perfil de fórum e de feira. É um momento de apresentação e amostragem de obras de artistas, realizadas em contexto de ensino superior resultantes de uma permanente investigação em arte. Podem ser vistos artistas e obras inseridas no espaço físico onde foram pensados e produzidos: a universidade como instituição artística, como museu
Não corresponde ao modelo de uma exposição em galeria ou centro cultural. Resulta da abertura do espaço de trabalho e de investigação da Faculdade de Belas-Artes, oficinas, ateliers, laboratórios ou estúdio, transformando-o em espaço expositivo, experimental, alternativo, aberto a todas as sensibilidades.
Assim as GAB-A são um momento de partilha da arte recém produzida com muitos públicos exteriores. O material exposto ou mostrado só depende da vontade e da motivação dos artistas participantes,
É um espaço de grande informalidade, com a presença obrigatória de cada artista, onde se testam questões muito pragmáticas, como o contacto com o mundo da arte exterior, a constituição de grupos e projetos ou a definição de estratégias de ações futuras, a troca de experiências e de aplicação de conhecimentos.
Nas GAB-A não há seleção de obras, nem de participantes. Motiva-se e oferece-se a possibilidade de cada estudante de arte testar a sua capacidade de autocrítica, de decisão, de autonomia, de segurança e de determinação.
Todos os estudantes, sem exceção, são convidados a participar. Nas GAB-A estabelecem-se pontes entre todos os ciclos e níveis de ensino, participando alunos que frequentam a faculdade há seis meses, ao lado de outros que a frequentam há muitos mais anos nos cursos de licenciatura, mestrado e doutoramento.
Ao público em geral que nos visita, oferece-se a fruição de um ambiente de fórum sobre a arte no tempo presente, no seu núcleo embrionário (local de aprendizagem e investigação), capaz de propiciar interrogações sobre a vida, sobre a arte e sobre os mundos da arte.
Participam alunos e ex-alunos de vários cursos: Arte Multimédia, Ciências da Arte e do Património, Desenho, Design de Comunicação, Design de Equipamento, Escultura e Pintura. Prevemos a participação de cerca de 200 artistas.
A entrada é gratuita.
Este evento vai ser fotografado e filmado para ser divulgado nas redes sociais e imprensa pública.
Morada: Faculdade de Belas Artes, Largo da Academia Nacional de Belas Artes, Lisboa
Horário: das 14 às 18 horas

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Prémio CAT - Casa das Artes de Tavira - 2019

Exposição prémio Casa das Artes da Tavira
13 de julho a 2 de agosto de 2019


Ana Sofia Sá
Beatriz Mónica
Carlos Cavaleiro
Carolina Lino
Hugo Cubo
Juliana Julieta
Leonor Sousa Fernandes
Margarida Andrade
Maria Francisca de Abreu Afonso
Natacha Queirós
Tiago Santos
Vera Kace


quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

13ª edição GAB-A - inscrições abertas

13ª edição GAB-A
Durante o fim-de-semana de 18 e 19 de maio de 2019 a Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa vai acolher a 13ª edição das GAB-A / Galerias Abertas das Belas-Artes.Participam alunos e ex-alunos dos vários cursos que a escola integra: Arte Multimédia, Ciências da Arte e do Património, Desenho, Design de Comunicação, Design de Equipamento, Escultura e Pintura.... (mais)